+ Moda

Por AR COMUNICAÇÃO - Correio do estado em 11/06/2014

Não tem problema usar uniforme da Seleção no trabalho, diz consultora

A Copa do Mundo 2014 começa nesta quinta-feira (12) em solo tupiniquim, com a partida entre Brasil e Croácia na Arena Corinthians. Mas, apesar de ter sido decretado feriado municipal em cidades como São Paulo – devido ao jogo de abertura –, muitos brasileiros terão que trabalhar nos dias em que a Seleção entrará em campo e precisarão torcer por seu país na empresa. A questão é: será que é adequado ir para o batente com o uniforme verde e amarelo? Para a consultora de imagem Silvana Bianchini, do portal Imagem Pessoal, na hora do jogo não tem problema nenhum em usar a camisa do Brasil, porém vestí-la durante todo o expediente pode não ser uma boa ideia.

Mesmo que a empresa permita que os funcionários assistam aos jogos, Silvana diz que se deve atentar aos afazeres antes da partida e à maneira como o ambiente de trabalho está sendo ou não preparado para a Copa. "Tem algumas empresas que atendem o publico diretamente que já fornecem os uniformes ou mesmo decoram seus espaços, portanto vai depender muito da cultura do local", afirma.

 

Ambiente corporativo 

Em ambientes de trabalho corporativos, ela diz que é importante manter uma postura mais profissional, principalmente em locais onde há atendimento a clientes. "Se você trabalha em um escritório de advocacia, por exemplo, e irá atender um cliente pela manhã, leve suas roupas para trocar no horário do jogo, de repente seu cliente não gosta de futebol. Aposte em um visual de torcida que te possibilite se trocar na hora, portanto maquiagem e unhas [com a temática verde e amarela] não são uma boa escolha, brinque com as roupas", ela aconselha.

Não é apenas com a escolha da vestimenta que aqueles que irão torcer pelo Brasil no trabalho devem se preocupar, mas também com o comportamento. Segundo a consultora, deve-se evitar palavrões, brigas com colegas que têm opiniões diferentes e barulho em excesso. "Lembre-se que aquele espaço não é sua casa", ela diz, salientando também que pode haver outras pessoas trabalhando no ambiente enquanto os colegas veem as partidas.

 

Proibição de assistir aos jogos

Algumas empresas podem não permitir que os seus funcionários interrompam o expediente e acompanhem os jogos da Copa. Neste caso, Silvana acredita que "desde que sua imagem e credibilidade com seu chefe estejam em alta", dá para tentar negociar com a chefia para assistir às partidas. No entanto, "não se esqueça de cumprir o que prometeu".

A especialista em imagem ainda aconselha os que forem ver os jogos no expediente a lembrarem que há superiores e colegas por perto, "te julgando". Por isso, “cuidado com a bebida, ela pode ser seu maior inimigo, é o mesmo que acontece nas festas de final de ano”, conclui.


10h04 | Em MS, 57 mil trabalhadores correntistas já podem sacar PIS/Pasep 08h04 | Motoristas estão inseguros com condição da BR-262 07h58 | Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites 07h53 | Três Lagoas recebe Espetáculo "Cuidados com a Água" para conscientição sobre problemas hídricos 07h31 | Meteorologia prevê calorão, mas possibilidade de chuva à tarde mais notícias
PUBLICIDADE

Moda

CANAIS





Artigos
Câmara Municipal
Cidades
De Olho no Emprego
Economia
Entretenimento
Esporte
Internacional
Moda
Mundo Pop
Notícias
Novelas
O que determina que primeiro de maio seja o dia do Trabalho em sua opinião?
Polícia
Política
Prefeitura Banner
Região
Saúde
Tecnologia
Três Lagoas
COLUNAS
Culinária
Mundo Pop
Esportes
Moda
CONTATO
(67) 3524 2129 / 3524 2868
contato@radiodifusora1250.com.br
LOCALIZAÇÃO
Rua Tiburcia Queiroz Monteiro, 850 - Santos Dumont
Três Lagoas / MS