+ De Olho no Emprego

Por AR COMUNICAÇÃO - Campo Grande news em 25/03/2014

Indústria é a 2° maior geradora de empregos em 2014 no Estado

O setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, construção civil e serviços de utilidade pública, foi responsável pela segunda maior geração de postos de trabalho no Estado, conforme levantamento da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul). Em apenas dois meses, janeiro e fevereiro, foram criadas 1.922 vagas de emprego.

Na mesma avaliação, o setor de serviços gerais foi o primeiro maior gerador de postos de trabalho. De janeiro a fevereiro o setor criou 2.596 novas vagas de emprego no Estado.

Segundo o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, apenas em fevereiro deste ano, a indústria foi responsável pela abertura de 1.714 postos formais em Mato Grosso do Sul, o que corresponde a 39,3% do saldo total de novos empregos criados no Estado no período.

"O desempenho segundo os segmentos industriais teve como destaques as indústrias da construção e de transformação que criaram, respectivamente, 984 e 654 novas vagas no mês", afirmou.

Ainda conforme Ezequiel, a indústria já responde por 22,5% de todo o emprego formal existente no Estado atualmente. “Fica atrás somente do setor de serviços", ressaltou.

Em terceiro lugar está o setor agropecuário que abriu 1.249 vagas.

Com o saldo obtido em fevereiro, Mato Grosso do Sul alcança a marca de 643.942 postos formais de trabalho, indicando elevação equivalente a 1,12% sobre o estoque total verificado no fim de 2013.

Índice de Evolução do Emprego- Com a posição verificada em fevereiro de 2014, o Índice de Evolução do Emprego Formal na Indústria alcançou 212,6 pontos, indicando crescimento de 113% sobre o estoque do ano base 2005, quando o setor tinha 68.269 trabalhadores.

A indústria sul-mato-grossense mais que dobrou o estoque total de empregos formais no período considerado, enquanto na mesma comparação o setor de serviços apresentou um índice de 187 pontos e crescimento de 87%, o comércio com 157,1 pontos (+57%), a agropecuária com 120 pontos (+20%) e administração pública com 103,9 pontos (+4%).

No caso do emprego formal total em Mato Grosso do Sul, o índice de evolução alcançou a marca 153,6 pontos (+54%), contatando-se, deste modo, que no período compreendido entre 2005 e 2014, até o mês de fevereiro, o ritmo de expansão do emprego formal na indústria em Mato Grosso do Sul foi 38% maior que aquele apresentado pelo conjunto da economia estadual.

Na mesma comparação, em relação aos segmentos de serviços, comércio, agropecuária e administração pública, o ritmo de expansão da indústria foi maior em 14%, 35%, 77% e 105%, respectivamente.

Já na comparação com o mês imediatamente anterior, o índice de evolução do emprego se comportou da seguinte maneira: indústria (+1,26%), agropecuária (+1,23%), serviços (+1,02%), comércio (+0,13%) e administração pública (0,01%).

Por fim, quando comparado com igual mês do ano anterior, o índice de evolução do emprego formal apresentou o seguinte desempenho: emprego total (+3,7%), serviços (+4,7%), comércio (+4,3%), indústria (+6,2%), administração pública (0,0%) e agropecuária (+1,1%).

CANAIS





Artigos
Câmara Municipal
Cidades
De Olho no Emprego
Economia
Entretenimento
Esporte
Internacional
Moda
Mundo Pop
Notícias
Novelas
O que determina que primeiro de maio seja o dia do Trabalho em sua opinião?
Polícia
Política
Prefeitura Banner
Região
Saúde
Tecnologia
Três Lagoas
COLUNAS
Culinária
Mundo Pop
Esportes
Moda
CONTATO
(67) 3524 2129 / 3524 2868
contato@radiodifusora1250.com.br
LOCALIZAÇÃO
Rua Tiburcia Queiroz Monteiro, 850 - Santos Dumont
Três Lagoas / MS